5 dicas para prevenir doenças cardiovasculares

2019-01-25
5 dicas para prevenir doenças cardiovasculares

As doenças cardiovasculares atingem o coração e os vasos que compõe o sistema circulatório. Em primeiro lugar no ranking de causas de morte no mundo, esse é um dos assuntos mais preocupantes da área da saúde.

Entre essas doenças estão o infarto agudo do miocárdio, insuficiência cardíaca congestiva, aneurisma da aorta e doenças das artérias coronárias. Os fatores que contribuem para o aparecimento dessas patologias incluem a aterosclerose, que é o acúmulo de placas de gordura nas artérias; o próprio envelhecimento, que provoca a perda de elasticidade do sistema vascular; e questões genéticas.

No entanto, fatores comportamentais também influenciam no desenvolvimento das doenças cardiovasculares. Por esse motivo, separamos, a seguir, 5 dicas eficazes de como preveni-las. Acompanhe!

1. Reduza a ingestão de alimentos gordurosos e com muito sal

Alimentos ricos em gordura contribuem para a formação das placas ateroscleróticas. As gorduras trans e saturadas, muito presentes em fast-foods, são as que mais contribuem para o desenvolvimento de doenças coronarianas. O excesso de sal pode provocar a elevação da pressão arterial, o que exige mais força do coração para realizar os batimentos e fazer o sangue circular. Por esse motivo, é muito importante controlar a alimentação, evitando esses ingredientes perigosos.

Sendo assim, invista em uma dieta balanceada e saudável, com muitas frutas, legumes, verduras, grãos, cereais e carnes magras. Com isso, seu corpo ficará nutrido e com menos chances de desenvolver doenças cardiovasculares.

2. Cuide do seu peso

A obesidade é uma das maiores vilãs quando o assunto é doença cardíaca e vascular. Isso ocorre devido à associação entre essa condição e doenças como colesterol elevado, diabetes e hipertensão. Para evitar o excesso de peso, além de cuidar da alimentação, é preciso realizar exercícios físicos. Pratique atividades diárias durante, pelo menos, 30 minutos.

Além de vencer o sedentarismo e perder peso, exercícios aeróbicos como caminhadas, corridas e andar de bicicleta fortalecem o sistema cardíaco e previnem essas doenças.

3. Não exagere no álcool

Todo mundo sabe que o álcool provoca problemas no fígado. Todavia, ele também é muito prejudicial ao coração. O consumo exagerado de álcool pode causar um infarto e, até, desencadear insuficiência cardíaca.

Isso acontece porque o etanol danifica as células musculares desse órgão, condição chamada de miocardiopatia alcoólica. Além disso, essa substância também está associada ao fechamento das artérias e ao desenvolvimento de arritmia.

4. Evite o tabagismo

Quem fuma apresenta duas vezes mais riscos de desenvolver doenças cardiovasculares. As substâncias químicas presentes no tabaco, como a nicotina, provocam o estreitamento das artérias, o que aumenta a frequência cardíaca e a pressão arterial.

Além disso, o dióxido de carbono da fumaça do cigarro compete com o oxigênio, o que faz com que o corpo e o coração trabalhem mais para oxigenar o organismo. Tudo isso favorece a ocorrência de um ataque cardíaco. Contudo, uma notícia é boa: um ano sem fumar é o suficiente para reduzir esses riscos aos mesmos apresentados por um não fumante.

5. Consulte um médico

Fazer um acompanhamento médico anual é fundamental para prevenir as doenças do coração. Assim, o médico pedirá exames de rotina para verificar, principalmente, os seus níveis de glicose — o que indica a presença de diabetes — e o colesterol sanguíneo. Ademais, o profissional pode aferir a sua pressão arterial e medir a sua circunferência abdominal. Com os seus dados em mãos, o melhor tratamento preventivo de doenças cardiovasculares pode ser estabelecido e, assim, preservar a sua saúde!